Governador enquadra deputados-policiais

                O governador Agnelo Queiroz está certíssimo ao mostrar à “bancada policial” na Câmara Legislativa que não aceitará interferências políticas na Secretaria de Segurança e nas corporações. Ele reafirmou que a diretora-geral da Polícia Civil continuará na função, apesar da movimentação de deputados-policiais desgostosos com a gestão dela.
                O governador estará prestando um enorme serviço à segurança pública no Distrito Federal se mantiver essa posição e deixar a bancada de policiais e alguns de seus auxiliares que também são ex-policiais bem longe da Secretaria de Segurança, das polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros.
                Esses ex-policiais, já que optaram pela política partidária e pelo exercício de funções políticas no governo, não tem mais que se meter na secretaria e nas corporações. Quando o fazem, é para prejudicar a hierarquia, a disciplina, a unidade de ação e o profissionalismo dos que continuam realmente policiais e bombeiros. Ou para pleitear aumentos salariais que acabam beneficiando a eles também.
                Deixem o comando da segurança com os profissionais e com o governador. E as lutas reivindicatórias com os sindicatos. Brasília agradece.
               

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Captcha Captcha Reload

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>