Louca cavalgada para nada

 
            O roteiro foi cumprido: sindicatos e centrais sindicais patrocinaram greves de servidores públicos sabendo que nada conseguiriam além do que foi definido pelo governo federal. O plano de carreira dos professores universitários, por exemplo, sairia com ou sem greve, e os sindicatos da categoria sabiam disso.
            Por que tanto barulho, então? Para algumas situações, porque os dirigentes sindicais queriam desgastar o governo, Dilma e o PT às vésperas das eleições municipais. Em outros casos, porque os dirigentes sindicais que não levassem suas categorias à greve e às ruas seriam acusados de peleguismo e perderiam suas bases para os radicais de esquerda do Psol, do PSTU e do PCO.
            A população foi prejudicada e o Brasil teve enorme prejuízo. A luta revolucionária não avançou um só milímetro, ao contrário do que dizem os “esquerdistas”, com aspas porque na verdade suas ações radicalizadas e deslocadas da conjuntura favorecem a direita. Como mostrou Lênin.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Captcha Captcha Reload

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>